Últimas
Colunas

ATENÇÃO BANDAS DE FORRÓ : Funjope lança edital para contratação de grupos de forró

Audições acontecem no início do mês de junho
A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) inscreve até o dia 30 de maio trios e grupos de forró que queiram se apresentar durante a programação junina da Capital, deste ano. O edital, que prevê um investimento total de R$ 210 mil, pode ser consultado pelo portal da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), pelo link http://goo.gl/3go4wu.

As apresentações vão acontecer no Ponto de Cem Réis, Busto de Tamandaré, Polos Culturais, praças Rio Branco e Dom Adauto e bairros. O grupo contratado receberá um cachê no valor bruto de R$ 1,4 mil por show, deduzidos os impostos.

“Este é um reconhecimento da Prefeitura à importância cultural, histórica e turística que manifestações musicais trazem para o desenvolvimento da cidade. O fato de também lançarmos um edital para a seleção dos trios alia diversidade cultural e democracia numa festa que abriga ritmos e talentos da cultura nordestina”, salienta o diretor-executivo da fundação, Maurício Burity.

Inscrições - As inscrições devem ser realizadas presencialmente, de terça a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 14h às 17h, na sede da Funjope (Rua Duque de Caxias, 352, Centro). 

Podem participar pessoas físicas e jurídicas sediadas na Paraíba, com ou sem fins lucrativos e que representem grupos de música regional nordestina (entende-se: aquelas que utilizam pelo menos sanfona, zabumba, e triângulo na sua formação). É vedada a inscrição de servidores municipais, sejam efetivos, comissionados ou prestadores de serviço.

No ato, é preciso entregar o formulário devidamente preenchido (disponível na Funjope), currículo do artista ou do grupo musical, a relação dos componentes, o repertório para uma apresentação de duas horas de duração, declaração dos músicos atestando a legitimidade de representação e, facultativamente, anexar textos, matérias, fotografias e material fonográfico ou videográfico, úteis na avaliação da proposta.

As propostas serão submetidas à análise documental e de mérito, ambas classificatórias. Esta consiste numa audição a ser realizada nos dias 9, 10 e 11 de junho, na Funjope. Cada grupo será avaliado por uma comissão segundo critérios como a habilidade ao instrumento, harmonia, arranjos, criatividade, o domínio das letras e do repertório, entre outros. Serão classificados os grupos que alcançarem uma pontuação mínima de seis pontos.