Últimas
Colunas

Mulher 'pegou ar' com jogo do Brasil e explodiu delegacia

Mulher é presa suspeita de explodir prédio da PM na PB por insatisfação com a Copa

De acordo com a polícia, a mulher foi liberada depois de prestar depoimento, mas poderá responder pelo crime de dano ao patrimônio público

Uma Mulher de 20 anos foi detida nessa quinta-feira (10) suspeita de explodir uma bomba no Destacamento da Polícia Militar em São José da Lagoa Tapada, a 462 km de João Pessoa, no Sertão da Paraíba. Ninguém ficou ferido e a explosão destruiu parte do teto do local.

De acordo com informações do cabo Porfírio Lemos, comandante do destacamento, a mulher teria lançado dois explosivos caseiros no telhado do prédio, mas apenas um explodiu. A detonação foi suficiente para destruir o gesso que formava o teto do local. O outro artefato foi apreendido pelas autoridades.

O fato ocorreu na terça-feira (8), dia em que o Brasil foi historicamente derrotado pela Alemanha na Copa do Mundo. Conforme o Cabo, ela alegou que teria cometido o crime porque estaria revoltada com o resultado da partida. “Por mais de 48h, acionamos o policiamento da região para resolver o caso. A mulher apresentava sinais de embriaguez e disse que o jogo teria sido o motivo, mas isso não justifica nada”, disse o policial.

Ela foi detida em São José da Lagoa Tapada e levada para a delegacia de Polícia Civil em Sousa, cidade que fica na mesma região.

De acordo com a polícia, a mulher foi liberada depois de prestar depoimento, mas poderá responder pelo crime de dano ao patrimônio público.

Correio