Últimas
Colunas

Precisamos ser mais Inteligentes.

Por Anderson Eliziário




“Só voto em quem ganha.” “Não tenho o meu voto para perder.” “Seria uma ótima escolha, mas não vai ganhar, não”.

Vocês sabem que se for para listar todas as desculpas de um voto CONSCIENTE aqui, a lista seria enorme, e, provavelmente, não surtiria muito efeito. É preciso sempre lembrar que estamos em um processo de conscientização cidadã, e a maioria das pessoas, ainda, esta desenvolvendo o seu senso crítico? O problema e que os profissionais da política, seja na partidária, escolar, sindicalista e até mesmo em um simples condomínio, sabem que existe uma parcela da sociedade que, infelizmente, se deixa levar com muito pouco conteúdo ou com muito brilho em um sorriso. 

Já que estamos enfrentando um período eleitoral, já é possível ver as famosas “pesquisas eleitorais”, que a meu ver só serve para comprovar que ainda existem pessoas que se deixam enganar muito fácil, com muito pouco. Elas provam que às vezes, as pessoas não votam em determinado candidato pelas suas ideias e trajetória política, mas sim, porque ouviu falar que boa parte dos seus amigos, possivelmente, irá votar no aclamado pelo povo?

Precisamos ser mais inteligentes, começar a perguntar “porquês”, ”como é possível” e, principalmente, “Fale-me sobre seu passado”. Só um IGNORANTE para achar que não é importante conhecer nosso passado, para termos uma noção do futuro.

Aproveitando um pensamento de um ser pensante:

“… Eu não queria te dizer, mas eu vou ter que te falar: tu é esperto, mas tá sendo passado pra trás! E pode ser ,que quando tu percebas isso lá na frente,Já seja tarde demais…”

Obrigado por ter lido. Sem fanatismo agora, por favor!


Anderson Eliziário