Últimas
Colunas

VEXAME PÚBLICO: Em Pedra Lavrada maioria de vereadores aprova contas irregulares de Tota Guedes, são aplaudidos e saudados com foguetório

Pedra Lavrada(PB): Na última sexta-feira,29, a Câmara Municipal de Vereadores de Pedra Lavrada votou e aprovou por 6 X 3 as contas que foram reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba. Os vereadores Tota Cordeiro, Neguinho do Cordeirão, Guri, Júnior, Nivaldo e Valdilene Buriti votaram contra o parecer do TCE e aprovaram as contas do ex prefeito Tota Guedes. Os vereadores Jarbas Melo, Neguinho de Edvaldo e Jojó Melo acompanharam o parecer do TCE e votaram contra a aprovação das contas do ex gestor. 

Além dos fogos de artifícios para comemorar o mal feito algumas "pérolas" foram ditas nas justificativas para justificar o injustificável.

O vereador Neguinho de Edivaldo falou com muita indignação por ter sido - segundo o próprio vereador - citado em palanque pelo ex prefeito de Pedra Lavrada.

EIS AS PRINCIPAIS FALAS DOS VEREADORES(ouça o áudio abaixo):

Pela aprovação das contas - Lena Buriti, Nivaldo Clidório, Tota Cordeiro, Júnior, Neguinho do Cordeirão e Guri.



Lena Buriti: "Nada faz um homem morrer tão contente quanto a recorda-se que nunca ofendeu ninguém mas antes beneficiou a TODOS (sic); "Aqui eu falo em nome da humanidade(sic)"; "Os fins justificam os meios";

Nivaldo: "O ex prefeito ajudou minha família pagando uma cirurgia para um parente e o transporte do corpo de outro"

Tota Cordeiro:"Eu não sou um animal, sou um animal racional(sic)";"Curral foi feito para animal que ainda(sic) não é racional"; "Foi um momento infeliz"; "Somos animais racionais(sic);"Quem formou a quadrilha?";"As palavras tem poder"; "Antes de falar as coisas, a gente reflita o que vai dizer com o outro"; "O ex gestor é meu parente próximo".

Júnior: "Voto por coerência(sic)"

Neguinho do Cordeirão: Leu um trecho da bíblia e deu a entender que a vida do ex gestor se compara a de Jesus Cristo.

Guri: Nada falou para justificar o voto e preferiu o silêncio.

Pela reprovação das contas - Jarbas Melo, Jojó Melo e Neguinho de Edivaldo)

Jarbas Melo: "Parece uma formação de quadrilha" - sobre o relatório do TCU que imputa débito de R$ 1,5 milhão ao ex gestor.

Jojó Melo: "Aqui (na Câmara Municipal) tem voto de cabresto"; "Tem vereador que se vendeu para dar voto favorável"

Neguinho de Edivaldo: "Tota Guedes disse que eu tinha recebido dinheiro de deputado e só votava por dinheiro. Mas Deus é tão justo e tão bom que aqui tá provado [...] quem é desonesto e quem pega o dinheiro público e bota no bolso[...] os nobres colegas vereadores estão envergonhados[...] e muito mais: comemorando o roubo[...] batendo palmas e soltando foguetões. [...] O ex gestor antes de vir pra essa prefeitura não tinha um trabalho, não tinha dignidade de ter um trabalho[...] eu nasci e me criei em Pedra Lavrada, nasci trabalhando, sou um homem honesto. Quem sobe num palanque pra falar de minha pessoa... aqui tá provado quem é desonesto e ladrão - roubou o dinheiro público.

OUÇAM O ÁUDIO DA SESSÃO DO DIA 29 DE AGOSTO DE 2014.





VEJAM O VÍDEO DA SESSÃO

Roberto Solon de Vasconcelos