Últimas
Colunas

Boquinha: Filho de Cássio nomeia no gabinete dois ex-deputados renomados e derrotados nas urnas

Pedro Cunha LIma
Novato na política paraibana, o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB), agindo dentro da sua prerrogativa parlamentar de escolher assessores no gabinete de sua livre confiança, o filho do senador Cássio Cunha Lima (PSDB), pode ser acusado de diversos defeitos, porém um ato nesse primeiro mês de mandato deve ser apontado como uma virtude: a de socorrer aliados do partido em situação difícil.

Pois bem, Pedro que foi o campeão de votos na ultima eleição para Câmara Federal, tendo tido um tratamento privilegiado por parte da Coligação que teve o seu pai derrotado na disputa pelo Palácio da Redenção, decidiu empregar no seu gabinete em Brasília, duas figuras conhecidas na classe política paraibana e que ficaram sem mandato em 2015: os ex-deputados Ruy Carneiro que é presidente do PSDB da Paraíba e Iraê Lucena (PSDB).

Ruy que foi um dos deputados mais atuantes em Brasília, surfou na onda Cássio, foi companheiro de chapa do tucano e agora recebe um mimo do herdeiro político do grupo.

Iraê e Rui
Já Iraê que rompeu após ter sido secretária por longos anos da gestão Ricardo Coutinho (PSB), tendo logo em seguida se distanciado do socialismo acreditando na perspectiva de poder de Cássio, deixou o PMDB partido que sempre militou, disputou uma cadeira na Câmara Federal pelo PSDB obtendo minguados 5.353 votos, agora estará bem próxima de Brasília colaborando com o mandato de Pedro Cunha Lima. Informações dão conta que Irâe é vinculada ao Ministério do Planejamento e Gestão, tendo sido cedida a pedido para o gabinete do filho de Cássio. O salário de ambos é uma prerrogativa do neto do poeta Ronaldo Cunha Lima.

Pedro Cunha Lima, estreia na política da Paraíba, praticando a caridade com aliados que ficaram desempregados e levando a sério a máxima que dizia onde para saber o valor do dinheiro basta pedi-lo emprestado, pois já dizia Publilius Syrus: “A prosperidade faz amigos, a adversidade testa-os!”

Tião Lucena